Reuniões e Atividades

Reuniões públicas e passes

Semana: de 18 a 23 de setembro de 2017

Tema da Semana:

Intervenção de Deus Nas penas e recompensas

(O Livro dos Espíritos, Parte IV - Capítulo II – Das penas e gozos futuros Pergunta: 963 e 964) Allan Kardec

O Livro dos Espiritos

963. Com cada homem, pessoalmente, Deus se ocupa? Não é ele muito grande e nós muito pequeninos para que cada indivíduo em particular tenha, a seus olhos, alguma importância?

“Deus se ocupa com todos os seres que criou, por mais pequeninos que sejam. Nada, para a sua bondade, é destituído de valor.”

964. Mas, será necessário que Deus atente em cada um dos nossos atos, para nos recompensar ou punir? Esses atos não são, na sua maioria, insignificantes para ele?

“Deus tem suas leis a regerem todas as vossas ações. Se as violais, vossa é a culpa. Indubitavelmente, quando um homem comete um excesso qualquer, Deus não profere contra ele um julgamento, dizendo-lhe, por exemplo: Foste guloso, vou punir-te. Ele traçou um limite; as enfermidades e muitas vezes a morte são a consequência dos excessos. Eis aí a punição; é o resultado da infração da lei. Assim em tudo.”

Todas as nossas ações estão submetidas às leis de Deus. Nenhuma há, por mais insignificante que nos pareça, que não possa ser uma violação daquelas leis. Se sofremos as consequências dessa violação, só nos devemos queixar de nós mesmos, que desse modo nos fazemos os causadores da nossa felicidade, ou da nossa infelicidade futuras.

Esta verdade se torna evidente por meio do apólogo seguinte:

“Um pai deu a seu filho educação e instrução, isto é, os meios de se guiar. Cede-lhe um campo para que o cultive e lhe diz: Aqui estão a regra que deves seguir e todos os instrumentos necessários a tornares fértil este campo e assegurares a tua existência. Dei-te a instrução, para compreenderes esta regra. Se a seguires, teu campo produzirá muito e te proporcionará o repouso na velhice. Se a desprezares, nada produzirá e morrerás de fome. Dito isso, deixa-o proceder livremente.”

Não é verdade que esse campo produzirá na razão dos cuidados que forem dispensados à sua cultura e que toda negligência redundará em prejuízo da colheita? Na velhice, portanto, o filho será ditoso, ou desgraçado, conforme haja seguido ou não a regra que seu pai lhe traçou. Deus ainda é mais previdente, pois que nos adverte, a cada instante, de que estamos fazendo bem ou mal. Envia-nos os Espíritos para nos inspirarem, porém não os escutamos. Há mais esta diferença: Deus faculta sempre ao homem, concedendo-lhe novas existências, recursos para reparar seus erros passados, enquanto ao filho de quem falamos, se empregou mal o seu tempo, nenhum recurso resta.

Sugestão bibliográfica:

- Justiça Divina - Na Luz da Justiça – Emmanuel (F. C. Xavier), FEB;
- O Céu e o Inferno – O Código penal da vida futura – Allan Kardec, várias editoras;
- Religião dos Espíritos – Cap. 71 – Justiça e Amor – Emmanuel (F. C. Xavier),FEB;
- Assim Vencerás - Justiça – Emmanuel (F. C. Xavier), IDEAL;
- Apostilas da Vida - Justiça na Espiritualidade – André Luiz (F. C. Xavier), IDE;
- Instruções Psicofônicas - Justiça – José Augusto (F. C. Xavier), FEB;
- Coração e vida - Justiça - Maria Dolores (F. C. Xavier) - IDEAL.
- Caminho Espírita - Cap. 40 - Mérito e Cap. 68 – Edificação, Espíritos diversos, ( F. C. Xavier). IDE


Página de apoio:

Enxertia Divina

Evangelho em Prosa e Verso

“Se não permanecerem na incredulidade, serão enxertados; porque poderoso é Deus para os tornar a enxertar.” – Paulo. (Romanos, 11:23)

Toda criatura, em verdade, é uma planta espiritual, objeto de minucioso cuidado por parte do Divino Semeador.

Cada homem, qual ocorre ao vegetal, apresenta diferenciados períodos na existência.

Sementeira, germinação, adubação, desenvolvimento, utilidade, florescência, frutificação, colheita...

Nas vésperas do fruto, desvela-se o pomicultor, com mais carinho, pelo aprimoramento da árvore.

É imprescindível haja fartura e proveito.

Na luta espiritual, em identidade de circunstâncias, o Senhor adota iguais normas para conosco.

Atingindo o conhecimento, a razão e a experiência, o Pomicultor Celeste nos confere preciosos recursos de enxertia espiritual, com vistas à nossa sublimação para a vida eterna.

A cada novo dia de tua experiência humana, recebes valioso concurso para que os resultados da presente encarnação te enriqueçam de luz divina pela felicidade que transmites aos outros. És, contudo, uma “árvore consciente”, com independência para aceitar ou não os elementos renovadores, com liberdade para registrar a bênção ou desprezá-la.

Repara, atentamente, quantas vezes te convoca o Sublime Semeador ao engrandecimento de ti mesmo.

A enxertia do Alto procura-nos através de mil modos.

Hoje, é na palestra edificante de um companheiro.

Amanhã, será num livro amigo.

Depois, virá por intermédio de uma dádiva aparentemente insignificante da senda.

Se guardas, pois, o propósito de elevação, aproveita a contribuição do Céu, iluminando e santificando o templo íntimo. Mas, se a incredulidade por enquanto te isola a mente, enovelando-te as forças no carretel do egoísmo, o enxerto de sublimação te buscará debalde, porque ainda não produzes, nos recessos do espírito, a seiva que favorece a Vida Abundante.

Emmanuel
(Do livro: “Fonte Viva”- Capítulo 78 - Francisco Cândido Xavier, FEB)

Horários

Sede (Copacabana)
quarta: 08h30 e 19h30
sexta: 16h (novo horário)

Núcleo Paulo e Estêvão
segunda: 14h, 17h30min, 19h e 20h30min
terça: 08h30min
quarta: 14h
sexta: 14h, 18h e 20h

Núcleo Emmanuel (Jacarepaguá)
terça: 14h
quarta: 20h

Casa de Renato (Austin)
sábado: 17h


Expositores previstos da semana

Sede (Copacabana)
20/09 (quarta) - 08h30min – Jeannette Ridde
ll 20/09 (quarta) - 19h30min – Elisa Hillesheim
22/09 (sexta) - 16h - Anna Claudia Ramos

Núcleo Paulo e Estêvão
18/09 (seg.) - 14h – Carmem Guimarães
18/09 (seg.) - 17h30min – Maria da Graça Pereira
18/09 (seg.) – 19h - Aloísio Ghiggino
18/09 (seg.) – 20h30min – Aloísio Ghiggino
19/09 (ter.) - 08h30minh – Ana Maria de Amorim
20/09 (qua.) - 14h – Eder Andrade
22/09 (sex.) - 14h – Anna Claudia Ramos
22/09 (sex.) - 18h - João Batista Silva
22/09 (sex.) - 20h - Eder Andrade
24/09 (dom.)- 10h - BEATRIZ HELENA

Núcleo Emmanuel (Jacarepaguá)
19/09 (terça) - 14h – Sonízia Ferreira
20/09 (quarta) - 20h - Sonízia Ferreira

Casa de Renato (Austin)
23/09 (Sábado) – 17h – Maurício Correa

OBS.:

Para consultar a programação do mês, completa, acesse o NRI: Novos Rumos Informativo, neste mesmo site.

Para consultar as publicações das reuniões publicas anteriores, acesse aqui.